10 causas de intoxicação em cães que você precisa conhecer

A “Pet Poison Helpline” (instituição americana que auxilia tutores nos casos de animais de companhia intoxicados) liberou, no início deste ano, a relação dos 10 itens caseiros que mais causam problemas. Conheça a lista e fique atento para proteger seu cãozinho de uma possível intoxicação:

1. CHOCOLATE


O chocolate contém teobromina e cafeína, ambas as substâncias classificadas como metilxantinas. Estes compostos podem causar hiperatividade, aumento dos batimentos cardíacos, tremores, e, potencialmente, a morte. Quanto mais amargo o chocolate, mais tóxico ele é. Os chocolates de cobertura e amargos são os mais tóxicos, enquanto o chocolate ao leite pode ser perigoso se ingerido em grandes quantidades.

2. XILITOL


Xilitol é um adoçante comum em chicletes sem açúcar e outros produtos dietéticos, que pode causar hipoglicemia potencialmente fatal e danos hepáticos em cães.

3. AINES


Os antiinflamatórios não esteroidais (p.ex.: aspirina) podem causar úlceras gastrintestinais e falência renal.

4. MEDICAMENTOS CONTRA TOSSE, GRIPE E ALERGIAS


Muitos destes medicamentos contêm acetaminofem (um analgésico) e pseudoefedrina ou fenilefrina (descongestionantes), que são altamente tóxicos para os cães.

5. RODENTICIDAS


Venenos contra ratos e camundongos podem conter ingredientes não ativos, que são atrativos para os cães. Além de ingerir o próprio veneno, é perigoso também se o cão comer um rato que foi envenenado. A exposição aos venenos contra ratos pode causar sangramentos, convulsões, e danos renais.

6. UVAS E PASSAS


Mesmo em pequenas quantidades, estes alimentos podem causar falência renal em cães.

7. ISCAS PARA INSETOS


O maior risco é a obstrução intestinal que pode ocorrer se o cão ingerir a embalagem plástica na qual ficam as iscas.

8. ANFETAMINAS


Podem causar tremores, problemas cardíacos, convulsões, e morte em animais de companhia.

9. SUPLEMENTOS DE GLUCOSAMINA


Estes suplementos para articulações frequentemente vêm com flavorizantes para se tornarem atrativos aos cães. Uma superdosagem geralmente causa apenas uma diarreia, mas há casos relatados de falência hepática.

10. GEL DE SILICA E ABSORVENTES DE OXIGÊNIO


Os absorventes de oxigênio às vezes são encontrados em embalagens de alimentos secos, petiscos para cães, carne seca, e outros, e contêm ferro que pode causar intoxicação por ferro em cães. O gel de sílica são os pequenos sachês que costumam vir junto com sapatos, bolsas, e mochilas novos.

Em qualquer caso de suspeita de intoxicação, é importante ligar imediatamente para o seu Médico Veterinário para que ele possa passar as orientações específicas para cada caso. Se você tiver treinamento em Primeiros Socorros, execute todos os passos para estabilização do seu animal, e em seguida o encaminhe para o Médico Veterinário para que possam ser avaliados os próximos passos.

Autora: Bárbara Gomiero

Formada em Medicina Veterinária pela UFPR em 2006, especialista em Clínica de Pequenos Animais. Apaixonada por cães, tem um amor especial pelos cães idosos, e trabalha para levar conhecimento e informação aos seus tutores, para que esses sejam capazes de proporcionar uma excelente qualidade de vida nessa fase tão delicada de seus cãezinhos.

Comments are closed