setembro 18

Piometra em cadelas

162  comENTÁRIOS

Nesta semana, vamos falar sobre um problema bem complicado, que chega a atingir 60% das cadelas não castradas com mais de 8 anos: a piometra!

O que é piometra?

cão triste
Imagem: Flickr

Piometra significa, literalmente, “pus no útero”. É uma infecção potencialmente fatal, que deve sempre ser tratada com urgência. O que exatamente causa a piometra ainda não está totalmente esclarecido, mas sabe-se que ela geralmente ocorre na fase do diestro, que é o período de até 70 dias que ocorre logo após o cio. Nesta fase, ocorre uma elevação nos níveis de progesterona, o hormônio responsável pela manutenção da gravidez – diferentemente das mulheres, nas cadelas, a quantidade deste hormônio se mantém elevada por todo o tempo de duração de uma gestação normal, ainda que ela não esteja gestante! Isso também explica a tão comum ocorrência da pseudociese, ou “gravidez psicológica”.

 

O fato é que, com altos níveis de progesterona, o útero começa a produzir mais secreções, aumenta de tamanho, e sofre uma diminuição na quantidade de células de defesa, o que facilita a proliferação de bactérias. Esta condição é conhecida como Hiperplasia Cística Endometrial (HEC), que, por si só, não representa risco e pode passar despercebida. Apesar das evidências de que a HEC facilita a infecção uterina, não há um consenso de que ela seja uma condição necessária para a ocorrência da piometra. O problema ocorre quando, nesta fase de diestro, as bactérias entram e causam infecção. Na maioria dos casos, as bactérias causadoras da piometra são aquelas da flora normal da vagina das cadelas, de modo que não é preciso um estímulo externo para a doença acontecer.

 

A piometra é classificada em dois tipos: “aberta” e “fechada”. Na piometra aberta, o conteúdo que está dentro do útero (muco, pus, sangue) sai pela vagina, na forma de um corrimento que pode ser mais ou menos intenso. Na fechada, não há corrimento, e o útero aumenta de tamanho conforme mais pus se acumula. A piometra fechada é considerada mais perigosa do que a aberta, não só por ser menos “óbvia” para o tutor, mas também pelo alto risco de ruptura uterina e contaminação de toda a cavidade abdominal. Em ambos os casos, a cadela fica deprimida, sente dor, e para de se alimentar. Se não tratada, a piometra pode causar insuficiência renal aguda e infecção generalizada, levando à morte.

 

Como funciona o tratamento?

Apesar de ser possível um tratamento medicamentoso, a cirurgia é quase sempre a melhor opção. O tratamento com medicamentos somente é indicado para fêmeas jovens que serão utilizadas para reprodução, e SE a piometra for aberta. O tratamento é contra-indicado nos casos de piometra fechada, bem como para animais idosos, com problemas renais, hepáticos, ou outras doenças concorrentes. Durante o tratamento, há risco de ruptura uterina e os índices de recidiva (retorno da infecção dentro dos 25 meses seguintes) chega a 70%. Por esta razão, caso se opte pelo tratamento medicamentoso para manter a capacidade reprodutiva da fêmea, é indicado que a cadela seja coberta já no próximo cio, e, caso a piometra volte a ocorrer, ela deverá ser operada.

 

Como já colocamos, para a maioria dos casos a cirurgia é a melhor solução. A cirurgia da piometra nada mais é do que uma castração (retirada do útero e ovários), porém com um risco aumentado, devido à frágil condição de saúde da fêmea e à possibilidade ruptura do útero durante o procedimento. Quanto mais cedo for operada, melhor será a chance de a cadela se recuperar. Após a cirurgia, ela deverá tomar antibióticos por pelo menos 10 dias.

útero de cadela com piometra
Útero de cadela com piometra.
Imagem: Wikipedia

Tem como prevenir?

A única forma de realmente evitar a piometra é pela castração. Já para cadelas não castradas, o que se pode fazer é evitar o uso de anticoncepcionais, que têm sido ligados a um aumento na incidência da doença, principalmente em fêmeas jovens (com menos de 6 anos); mas, mesmo sem o uso de anticoncepcionais, ainda assim elas poderão ter piometra em idade mais avançada.

Cadelas castradas podem ter piometra?

Apesar de incomum, pode ocorrer a chamada “piometra de coto uterino”. O “coto uterino” é o pedacinho do útero que permanece na cadela após a cirurgia da castração. Geralmente a piometra de coto acontece quando, na cirurgia de castração, os ovários não são completamente removidos, ficando parte(s) dele(s) dentro da fêmea. Em casos assim, a cirurgia é indicada não apenas para corrigir a piometra, mas também para a remoção completa dos vestígios dos ovários, que podem se transformar em tumores.


Você também pode gostar:

  1. Olá Doutora, Boa tarde!
    Minha cadela é uma poodle, ela vai fazer 15 anos, desde criança eu tenho ela, nunca imaginei que pudesse castrar animais fêmeas, era uma informação que eu não tinha, infelizmente.
    Eu percebi uma espécie de tumor na parte de superior da vagina dela é estou muito preocupado, levei ela no veterinário e ele disse que a operação dela seria de muito risco.
    Quero muito saber sua opinião, por favor! Agradeço desde já.

  2. Boa tarde Dra. Minha poodle de 10 anos fez cirurgia com transfusão de sangue e tudo na sexta feira, aparentemente ela está bem, mas continua internada pois até ontem (sábado) tinha vômito frequente. Hoje já não tem mais vômito, mas não quer comer nada de jeito nenhum. Isso pode ser algum sinal de complicação? Ela está tomando antibiotico de 12/12 horas com soro.

    1. Olá, Regina!
      Depende… se ela já não estava comendo antes e continua não se alimentando, não necessariamente isso indica uma complicação. Significa apenas que ela ainda não se recuperou totalmente.
      Que cirurgia foi essa? por que foi necessária a transfusão de sangue?
      De toda forma, se ela está há dias sem se alimentar, pode ser interessante iniciar um suporte nutricional para que consiga se recuperar melhor e mais rapidamente.

      1. Olá doutora. Ela fez cirurgia de Piometra na última sexta feira, com transfusão de sangue pois as plaquetas estavam abaixo de 50 000. Até quinta feira ela estava comendo, mas graças a Deus ontem a tarde cessaram os vômitos e ela voltou a se alimentar. Ela estava sim com suporte nutricional com soro, medicamentos e vitaminas na veia. Eu estava bastante desesperada, pois só encontrava relatos negativos, experiências negativas. Mas a minha no caso amanhã já deve vir pra casa.

          1. Olá doutora, muito obrigada pelas respostas. Graças a Deus minha pet poodle já está casa. Está se alimentando, está tomando antibióticos até dia 14/03. Por enquanto ela está comento só uma papinha de arroz bem cozido com peito de frango. Eu estava desesperada, pois ela já tem 10 anos, e só encontrava relatos negativos, mas no meu caso graças a Deus minha senhorinha já está em casa. O que ainda está nos deixando muito preocupados é o nivel de FOSFATASE ALCALINA dela que está bastante elevado. A médica veterinária da minha pet é uma querida, super competente e gosta muito do que faz.

          2. Que bom saber. A FA aumentada pode ser ainda por conta da piometra, mas vale a pena continuar monitorando o fígado dela (sendo poodle, uma checada nas adrenais também pode ser útil). Melhoras para ela! 😉

  3. Minha cadela tem 12 anos , vi que algo estava muito errado com ela quando li no Google que não era bom a mesma ter secreção vaginal, levei ao veterinário que diagnósticou Piometra,sendo que os exames deram tudo alterado sem contar que ela estava a 8 dias sem comer, ela operou no dia 28/02/2018 hj pedi pra trazer ela pra passar o fds comigo, ele me deu além dos antibióticos e anti inflamario me deu pra aplicar dipirona e morfina, eu não sou veterinária mas achei morfina pesado não? Ela está muito fraca não fica em pé direito nem pra beber água, é normal? Anda batendo nas paredes e cambaleando. Estou muito triste , será que podem me ajudar? Desde já agradeço

    1. Olá, Janete!
      A morfina não tem a mesma potência analgésica em cães que nos humanos.
      De toda forma, a piometra pode ter diversas complicações, mesmo após a cirurgia. Se a sua cadela não está bem, volte logo ao veterinário para ver como estão os rins dela, ou se a infecção não se espalhou.

      1. Boa tarde Dr. levei hoje, ela teve um AVC mas ja estamos tratando, é muita coisa pra uma senhorinha né? Orando muito.
        Muito obrigada pela atenção, bom que Deus a abençoe ??❤❤

  4. Olha minha cadela já tem 9 anos , está com piometra aberta com tratamento com antibióticos , optei pela cirurgia só em ultimo caso pq ela tem problema cardiaca e tem obesidade .
    Queria saber se com esse tratamento estou correndo muitos ricos ?
    Ela está respondendo bem aos antibióticos.

  5. Eu sempre leio os artigos da Dra Barbara, percebo que expõe com clareza situações que ja nos deparamos com nossos animais idosos ou outras que teremos que enfrentar, portanto estou super feliz com essas enquentes.

  6. Dra tenho uma cadela pastor Branco que tem aproximadamente 13 anos e entrou no cio no início de janeiro , só que agora ela continua sangrando e está muito quieta e urinado mais que o normal

  7. Boa Tarde Dr. BÁRBARA. ..minha cadela foi castrada há 19 dias e junto fez a retirada do baço pois havia um tumor. …Antes da cirurgia ela estava com um sangranento levei ao veterinário e falaram que depois da cirurgia de castracao isto já se resolveria…porém agora sai pus com um pouco de sangue ….é normal após a castração ou algo pode estar errado?

      1. Pois a minha fez foi morrer depois dessa cirurgia me arrependo até hj de ter feito talvez minha cachorra estava viva comigo tentei salvar ela mas ñ consegui ela ainda tinha anemia forte

        1. Sinto muito pela sua perda, Francilene… =(
          Mas não se arrependa de ter feito a cirurgia. Quando uma cadela tem piometra, esta é a nossa única opção de tratamento, e dificilmente a cadela sobreviverá sem ela (veja no artigo acima). Complicações podem ocorrer após ou durante a cirurgia sim, mas em sua maioria estas complicações estão ligadas à própria piometra e não ao procedimento.
          Mais uma vez, meus sinceros sentimentos… que a sua cachorrinha descanse em paz, e que Deus conforte o seu coração <3
          Um grande abraço!

  8. Boa noite.
    Tenho uma cadela de 15 anos que foi castrada quando tinha 2 anos.
    Está apresentando corrimento há 2 dias.
    Eatado geral bom. Comendo bem.
    Comportamento normall.
    O q pode ser?

    1. Olá, Sonia!
      Pode ser apenas uma vaginite, mas poderia ser também uma piometra de coto uterino em estágio inicial, apesar de esta última hipótese ser menos provável. De toda forma, vale a pena falar com o seu veterinário para que seja tratada adequadamente.

        1. Levei ao vet de onde estou, ja q estou fora de casa.
          Passou amoxilina com clavulanato e só.
          Estou no segundo dia de medicacao. Disse q pode ser vaginite. Será q só esse medicamento resolve? Esta tomando 1/2 comprimido 500X 125, 2 vezes ao dia

          1. Ela faleceu ontem a noite.
            O quadro se agravou. Vomitou. Ficou desorientada, ficou cega. O vet a levou, nao tinha febre. Ficou no soro e segundo ele, teve uma parada cardíaca.
            Ele acha que teve um aneurisma. Nada a ver com a piometra. Plaquetas estavam 40.000.
            Suspeita- se também de doença do carrapato.
            Obrigada pela atenção.

  9. Boa noite Dra! Minha cadelinha foi diagnosticado com piometra e fez a cirurgia sábado, porém ela continua com o abdômen bem inchado. É normal?

    1. Olá, Juliano!
      Caso o problema já não tenha se resolvido, recomendo que fale com o seu veterinário. As complicações pós-operatórias em casos de piometra não são raras, e é importante agirmos sempre com cautela.

  10. Boa tarde Dra, tenho uma chow chow de sete anos que acabou de sofrer um acidente e fraturou a bacia, o médico tbm diagnosticou com uma infecção no útero. Gostaria de saber se a castração resolveria o problema da infecção mesmo tendo que fazer uma cirurgia ortopédica?

    1. Olá, Camilla!
      Sim, a cirurgia é sempre a melhor opção para o tratamento da infecção uterina. O tratamento com medicamentos é pouco eficaz e arriscado, e é importante que ela seja operada o quanto antes possível.
      Melhoras para ela!

  11. Minha cachorra tem piometria, estou sem condições financeiras de tratar com um veterinário tem algum medicamento que eu possa dar a ela.

  12. boa tarde Doutora, minha Pinsher de 6 anos opera amanhã, Piometra diagnosticada, o tamanho pequeno dela ajuda ou atrapalha a cirurgia? Estou tensooooo.

    1. Olá, Marcelo!
      O tamanho dela não influencia nos resultados ou na recuperação da cirurgia. O sucesso da operação tem mais a ver com a gravidade e extensão da infecção.
      Melhoras para ela, espero que corra tudo bem na cirurgia e na recuperação dela!
      Um abraço

      1. Muito obrigado pelo retorno,
        A cirurgia, segundo me informaram correu bem onde, ela permanece internada por pelo menos mais uma noite, para se recuperar melhor. Ainda não a encontrei, pretendo fazer isso amanhã e quem sabe, ja leva-la de volta ao lar.

        atenciosamente,

        Marccelo

  13. Olá Dra Bárbara! Minha cadelinha tem 3 anos, é uma Pinscher. Retirou útero e ovários faz 8 dias, mas não quer comer nada, só toma água e está vomitando verde. No 3° dia após a cirurgia teve convulsão e o veterinário colocou no soro. Agora ela está bem magrinha, triste e tonta. Já ofereci de tudo que ela sempre gostou, mas não quer comer nada. Não sei mais o que faço. Isso é normal após a cirurgia?

  14. Olá, minha cachorrinha está com suspeita de piometra fechada, e eu estou muito preocupada e não sei se poderei arcar com os custos da cirurgia, será que com os antibióticos ela pode melhorar?

    1. Olá, Ivani!
      Não recomendo tratar piometra com tratamento exclusivamente medicamentoso, especialmente quando falamos em piometra fechada. A indicação é sempre a cirurgia para casos assim.
      Caso não tenha recursos, procure um hospital veterinário universitário, que normalmente atende a preços reduzidos. Se não houver um na sua cidade, procure uma ONG local de proteção animal – eles provavelmente poderão lhe indicar profissionais que possam atender a valores mais baixos para que a sua cadela não fique sem atendimento.

  15. Olá! Minha labradora fui diagnosticada com piometra na sexta dia 03/11/17, ela tem 11 anos, estamos com medo de ela não resistir a cirurgia, no ultrassom seu figado ainda não foi afetado, porém está com um cisto enorme em um dos ovários. Sei que a cirurgia é recomendada, mais se não operarmos ela corre o risco de morrer logo?

    1. Olá, Cris!
      Infelizmente, a cirurgia é sempre a melhor chance de a cadela sobreviver a uma piometra, por mais debilitada que ela já esteja… O ideal é fazer o quanto antes possível, para diminuir a chance de complicações.
      Melhoras para ela!

      1. Obrigada Dr. , operamos ela hoje, deu tudo certo graças a Deus e ela está em casa já, porém estou achando ela bem tristinha, não quer comer, é normal no primeiro dia?

        1. Olá, Cris! Que bom que deu tudo certo!
          No primeiro dia, é normal ficar um pouco mais indisposta, mas é importante vocês se certificarem de que ela não esteja sentindo dor. Se a cirurgia foi hoje, é provável que ela já tenha sido medicada pelo veterinário, mas não deixem de dar os analgésicos e antibióticos conforme orientado por ele. Isso é muito importante para a recuperação dela 😉

          1. Olá Dra. , tudo bem?
            Hoje já fazem 5 dias de operada e graças a Deus ela está 90% recuperada, agora só aguarda a retirada dos pontos. Agradeço sua atenção!

  16. Boa tarde Dra. Minha cadela de 1 ano foi castrada a tres semanas, desde entao não se recuperou.. falta de apetite, fraqueza. Fizemos ultrassom e ela tem cálculo, porem hoje foi diagnosticado que ela esta com piometra de coto. A veterinaria me recomendou a cirurgia tanto para resolver a piometra quanto para retirar o rim dela. O que eu faço? Estou muito desesperada pois lendo os relatos vi que algumas cadelinhas com problemas no rim nao resistem.

    1. Olá, Gabriele!
      Se ela está com piometra de coto, então infelizmente não restam muitas opções além da cirurgia. Algumas cadelas realmente têm problemas renais decorrentes da piometra em si (não da cirurgia), mas, quanto antes for feita a cirurgia, menor é a chance de complicações desse tipo.
      Quanto à retirada do rim, a indicação vai depender do tamanho do cálculo e da lesão. Se a veterinária indicou a remoção do rim, é provável que a lesão já seja bem extensa. Neste caso, já que ela será operada, pode ser uma boa oportunidade de resolver este problema também.
      Melhoras para ela!

      1. Bom dia Doutora, minha cadela maya operou ontem e esta com infecção generalizada, a veterinária disse que nunca viu nada do tipo pois os orgaos dela estão colados um ao outro. estou devastada nao sei o que fazer, apenas um milagre de Deus mesmo. Obrigada pela resposta. Deus te abençoe

  17. Minha cadela tem 5 anos, e teve recentemente TVT, após seis seções de quimioterapia com diagnóstico do veterinário como curada ela foi castrada, e mais ou menos um mês depois apresentou uma secreção. Muito preocupada achando que o tumor estava voltando levei ela a consulta e o mesmo médico receitou amoxicilina de 12 em 12 horas por 14 dias. Os 14 dias acabaram, a secreção não cessou e começou após dois dias do remédio ter terminado a sair sangue. Mais uma vez corri pro veterinário. Ele me encaminhou pra outra clínica para fazer uma ultrassonografia. A doutora de lá passou o caso pra ele que quando veio falar comigo disse que ela teria que operar com urgência. No caso por ela ser castrada essa piometra seria um erro cirurgico? Pela manhã retida na hora da castração ou má escolha dos materiais a serem utilizados no momento da castração? Minha cachorrinha está correndo risco de vida? Estou muito preocupada.

    1. Olá, Hellen!
      É difícil afirmar se a piometra de coto teve relação ou não com a cirurgia. Apesar de que esse tipo de piometra não é comum, ela pode acontecer espontaneamente (sem razão aparente), assim como pode ser decorrente de uma contaminação.
      De toda forma, toda piometra (normal ou de coto) deve ser levada a sério, e a recomendação é a cirurgia, que deve ser feita o quanto antes possível.

  18. Boa tarde.
    Há uma semana minha cadela estava se sentindo muito mal, vomitando, com diarréia, falta de apetite, só comia uns matinhos. Foi dado um remédio para o fígado, e ela ficou bem por mais ou menos uma semana, voltou a comer, não estava mais triste, parou de vomitar. Só que domingo ela voltou a ficar ruim, estava vomitando, não queria comer e nem beber água, e começou a soltar uma secreção com sangue, cada vez que ela vomitava ela quase desmaiava, então levamos ela no veterinário, ele disse que ela está com infecção no útero e recomendou a cirurgia, só que falou que as chances de ela morrer são muito grandes, ela já tem 15 anos e está extremamente debilitada, então trouxemos ela pra casa e estamos dando o antibiótico e o remédio pra vômito que o vet. receitou, mas está sendo extremamente difícil, ontem mesmo eu e minha mãe demos o remédio e ela quase desmaiou ou pior, minha mãe massageou o pescoço dela e e ela se recuperou. E ela serra os dentes, é quase impossível dar o remédio.
    Não sei o que fazer pq está claro que ela está sofrendo, tudo isso deve causar muita dor à ela, ela está bem triste, nem quer sair da casinha mais, não come e só de vez em quando bebe água, cada vez que vomita quase desmaia.
    Nesse caso o que é o certo a fazer? Se ela for pra cirurgia é muito provável que não sobreviva, quando demos o remédio para o fígado, quando vimos que ela ficou mal pela primeira vez era quando devíamos ter levado ela no vet. agora já se passou mais de uma semana do início dos sintomas. E se deixarmos e apenas dermos os antibióticos, ela vai morrer também.
    O certo seria acabar de uma vez com o sofrimento dela? Ou continuar com os antibióticos? Sei que o certo seria fazer a cirurgia urgente, mas está fora de cogitação, se ela quase não aguenta tomar um remédio como ela vai se recuperar de um cirurgia? Me parte o coração cada vez que olha pra ela, não sei mais o que fazer. Obrigada e desculpa o tamanho do texto.

    1. Oi Mariele, eu não sou veterinária mas tive uma cachorrinha que teve piometra há 2 meses atrás. Ela tinha 13 anos ,apresentando secreção e tinhas dias que ela não comia muito , levei-a no veterinário , fiz os exames e foi recomendado a cirurgia pois na maioria dos casos tratar com antibiótico não resolve muito, fiquei na dúvida como vc em relação em deixar operar ou não , mas depois pensei bem achei melhor operar , pq se eu não fizesse isso a infecção ia só aumentando e uma hora ela não ia aguentar e eu operando eu ia ter a chance de salva-la. A cirurgia foi super tranquila , ela morreu 2 dias depois , mas foi pq ela estava com insuficiência renal, se não fosse isso , ela estaria aqui comigo hj.
      Não tenha medo pq quando se é idoso qualquer cirurgia é arriscado tanto pra gente ,tanto pra eles,pelo menos vc tem a chance de ter ela por mais um tempo.
      Bjos

      1. Ela acabou morrendo ontem à tarde, coitadinha, agora pelo menos parou de sofrer, esses últimos dias foram terríveis. 🙁

    2. Olá, Marieli!
      A melhor chance da sua cadelinha é a cirurgia, por mais debilitada que ela esteja. A cirurgia da piometra é sempre uma cirurgia de risco, e infelizmente não há garantias… Mas, se ela está com piometra, não restam muitas opções. Quanto antes fizerem, melhor =(
      Melhoras para ela!

      1. Infelizmente minha cadelinha morreu ontem à tarde.
        Estamos muito tristes. O que nos conforta é saber que pelo agora a coitadinha parou de sofrer, pq esses últimos dias foram bem difíceis. 🙁

  19. Bom dia.

    Minha cadela teve piometria após o primeiro cio e tivemos que fazer a cirurgia.
    Ocorre que uns 6 meses depois, ela começou a apresentar muito medo a qualquer barulho, nem precisa ser fogos de artifício, ao ponto de pular o muro (mais de 2 metros) para ir para a casa do vizinho.
    Já tentamos passear com ela na rua em locais movimentados, mas não adiantou. Será que pode ter uma relação com a cirurgia? Alguma alteração hormonal?

  20. Bom dia Dra Bárbara,
    Minha cadelinha estava com piometra e passou por cirurgia a 10 dias e um ponto rompeu e suturam a 6 dias, ela foi pra casa mas está com dificuldade de locomoção nas patas traseiras, sem força nenhuma. ela tem cinco anos.
    foi feito raio x mas não apresenta nada. O que pode ter acontecido? Obrigada, aguardo retorno

    1. caso já não tenham feito ainda, vale a pena fazer exames de sangue para ver como estão as funções renais e hepáticas dela, pois a piometra pode afetar estes órgãos. Em alguns casos, problemas em rins e fígado podem levar a sinais neurológicos de intoxicação.

  21. Bom dia Dr Bárbara!
    Minha cadela de 11 anos, fez cirurgia de piometra a uns 3 anos atrás. Mesmo assim, sempre ela entra no “cio” do tipo, fica inchada, e fica cheio de cachorros no meu portão. O pior é que recentemente eu comprei um cão macho, que está com 11 meses, e essa manhã eu acordei com os dois cruzando. Estou preocupado com isso, por favor, o que devo fazer?? Injeções ou outra coisa??
    Ou volto com ela pro veterinário e faz outra cirurgia?? Por favor, me dê um caminho pra seguir. Muito obrigado doutora. Aguardo retorno.

    1. Olá, Euzébio!
      Se a sua cadela já foi castrada, então ela não deveria manifestar quaisquer sinais de cio. Quando isso acontece, na maioria dos casos, é porque foi deixado algum vestígio dos ovários após a cirurgia.

      Estes vestígios de ovários devem ser removidos cirurgicamente o quanto antes possível, já que eles aumentam bastante a probabilidade de a cadela desenvolver tumores.

      Um abraço!

  22. Bom dia Dra. Bárbara,
    Minha cachorrinha passou por uma cirurgia dia 25/09 de piometra, o veterinário falou que estava muito grande a infecção do utero dela, ele retirou o utero e cinco mamas pois estava com cancer também, porém ela tinha epilepsia e tomava gardenal controlado, a cirurgia começou ás 09:30 e finalizou as 11:30, foi tudo bem, as 14:30 ele liberou para os meus pais irem buscar ela, porém quando ela chegou em casa ela colocou sangue pelo anus e pela boca e minha mae falou que sentiu um cheiro muito forte de podre, meu pai levou ela de novo para o veterinario e já chegou sem vida. Ele disse que deu hemorragia e parada cardiaca, porém a minha duvida é será que o cancer do utero já estava todo tomado por dentro e ele nao nos falou e deixou ela morrer?
    Estamos com uma tristeza profunda pela perda dela…=(

    1. Olá, Marina!
      Sinto muito pela sua perda… =(

      Conforme coloquei no artigo, a piometra pode ser rápida e devastadora, exigindo sempre uma cirurgia de emergência e de alto risco. Mesmo as cadelas que sobrevivem à cirurgia podem ter complicações causadas pela piometra, como infecção generalizada, hemorragias, e insuficiência renal aguda, vindo a falecer pouco tempo depois.

      Considerando a gravidade da doença, é difícil afirmarmos que houve erro por parte do profissional.

      Mas, caso tenha dúvida, se o corpinho dela já não tiver sido enterrado ou cremado, vocês podem solicitar uma necropsia para tentar entender melhor o que aconteceu.

      Mais uma vez, meus sinceros sentimentos…
      Um grande abraço no coração! <3

      1. Boa tarde Dra. Barbara,
        Muito obrigada pela informação, pois nem isso o veterinário teve coragem de nos falar =(
        Que Deus te abençoe muito !!! Abraços

  23. Boa noite !!! Minha cadelinha passou por cirurgia após ter piometra à 15 dias. Ela se recuperou super bem , porém , seu comportamento mudou drasticamente.Levei na veterinária que detectou leite nas mamas. Cuidei como ela recomendou e mesmo após o término dos remédios e suas mamas secarem ,ela está triste ,acuada e agressiva .Rosna até para mim . Estou desesperada … Possuo outra cadela que à princípio mantemos distantes por conta de brigas. Esse comportamento é normal? Vai passar ?

    1. Olá, Lilian!

      Este tipo de alteração comportamental não costuma acontecer após a cirurgia da piometra…

      Se a cirurgia fosse um pouco mais recente, poderíamos cogitar a hipótese de que ela estivesse agindo assim por dor, mas, se já foi há mais de 15 dias, a princípio, ela já deve estar bem neste sentido.

      Já a produção de leite indica uma pseudogestação (“gravidez psicológica”), o que não deve acontecer numa fêmea castrada. Vale a pena vocês fazerem uma ultrassonografia para se certificarem de que não ficou algum vestígio de ovário nela. Se tiver ficado, tem que tirar, pois isso aumenta bastante a propensão a tumores de mama. A agressividade que ela vem apresentando pode estar relacionada também a esta pseudogestação – e, se for o caso, deve melhorar assim que o problema terminar.

      Algumas fêmeas gostam de adotar “filhotes” de pelúcia e fazer ninhos. Isso pode ajudar a confortá-la nesta fase (mas é possível que ela não queira que ninguém se aproxime dos “filhotes” dela…).

  24. Boa noite dra Bárbara!
    Eu tenho uma filhotinha ela tem apenas 4 meses de vida. A minha dúvida é; a possibilidade dela apresentar sintomas de piometra?

    1. Olá, Lucas!
      Nessa idade, a piometra é muito rara, já que geralmente a cadela ainda nem atingiu a puberdade ou teve o primeiro cio. O mais comum é a ocorrência de vaginite juvenil, que pode causar, por exemplo, secreção vaginal.

      Apesar de não ser comum, algumas fêmeas podem vir a apresentar piometra já no primeiro cio (que normalmente só ocorre a partir dos 6 meses de idade ou até mais tarde, se for de grande porte).

      De toda forma, se você acredita que a sua cachorrinha possa não estar bem, leve-a ao veterinário para ser avaliada. É possível que ela tenha algum problema que precise ser tratado.

      Um abraço!

  25. Olá Dra Bárbara, tenho uma filha de 17 anos e 9 meses ela está cega e surda já, é uma poodle e ela teve um cio intenso que acabou ontem 9/9/2017 e agora a noite percebi que ela está com uma secreção mau cheirosa caso seja a piometra ela poderá ser operada com essa idade? Ela tb não está querendo comer e eu estou dando na boca e água tb não está aceitando. Estou com meu coração apertado.

    1. Olá, Sandre!
      Se for piometra, ela precisará ser operada independentemente da idade. Infelizmente, a piometra não nos deixa alternativas,e a melhor chance é sempre com a cirurgia.
      Melhoras para ela!

  26. s2 ola, boa noite DRa. Barbara, minha filha( cadelinha) tem oito anos e tem tb epilepsia, faz tratamento toma gardenal pela manha e a noite, estamos muito na duvida se devemos castra-la, sei q castração é indicada, mas temos medo dos riscos da cirurgia e do pós operatório,principalmente por ela ter epilepsia, ela fez exames recentes pra ver se estava com pIometra e graças a Deus nao tem piometra, me ajude doutora quais os riscos da castração para ela com a epilepsia me ajude solucionar esse dilema castrar ou nao castrar, ela é muito importante nas nossas vidas amamos demais não queremos expor ela a riscos desnecessarios, mas queremos ela segura das possiveis doenças, queremos ela com saúde e cheia d vida como ela é! POR FAVOR RESPONDA A MINHA DUVIDA IREMOS LEVA-LA AO VETERINARIO AMANHA PARA EXAMES D ROTINA E PRECISAREMOS DECIDIR SE CASTRAMOS OU NÃO! obrigada desde já, Michelle Mãe da pepita, célia e Celma avós da pepita

    1. Olá, Celma! O risco da cirurgia está relacionado ao resultado dos exames pré-operatórios.

      A princípio, a epilepsia em si não aumentará o risco da cirurgia, já que os medicamentos usados como anestésicos e/ou pré-anestésicos são por si só anticonvulsivos. Se os exames estiverem ok, e o seu veterinário der o seu aval, o procedimento pode ser feito com relativa segurança.

      Não custa lembrar que não existe cirurgia sem risco, mesmo para animais jovens e saudáveis, e até mesmo para humanos. Mas, com os devidos cuidados, é possível minimizar bastante estes riscos – e a avaliação pré-operatória é o melhor recurso que temos neste sentido.

      Um abraço!

  27. Minha gatinha operou por causa de piometra, com 8 dias após a cirurgia apresentou um líquido com pús, é possível que seja piometra de coto, ela está tomando cefalexina durante 10 días.

  28. Olá boa noite
    Minha cachorra tem 6 anos e fez a cirurgia de piometra ontem , hoje ela saiu do veterinário , consigo administrar os remédios com dificuldade mas consigo, porem ela não esta comendo muito , mas bebe muita água e faz bastante chichi .
    Obs: ministro remédios com comidas diferentes como: queijo , frango , salsicha … Nas ela não esta se alimentando muito , tem algum problema ?!

    1. Olá, Gabriel!
      Não tem problema administrar os medicamentos junto com alimentos de que ela goste, mas a falta de apetite é algo em que você deve prestar atenção. Normalmente, os cães deixam de se alimentar quando não estão se sentindo bem. No caso dela, pode ser por dor, ou talvez até mesmo alguma complicação relacionada à piometra.
      Beber muita água e fazer muito xixi, por exemplo, as vezes pode indicar lesão renal, que é comum após casos de piometra. Por isso, fale com o seu veterinário para se certificar de que está tudo bem com ela e que ela não está sentindo dor.

  29. olá tenho uma cachorrinha de 11 anos e foi diagnisticado a piometra. Ela fez cirurgia na sexta e ja andou no primeiro dia e fez xixi, ta comendo pouco. Mais nao consigo chegar perto dela pq ela ja era brava , agora ta muito agressiva , levanta e faz sua nescessidades mais nao quer brincar e nem se aproximar de ng. Isso é normal , nao consigo nem ver como esta a cirurgia pq ela morde. Mais estou dando os medicamentos conforme o veterinario recomendou. Sera que ela vai voltar a ficar alegre.
    Estou desesperada.

    1. Olá, Daniela!
      Este aumento da agressividade pode estar acontecendo porque ela está sentindo dor. É interessante que você fale com o seu veterinário sobre isso, para que, se for o caso, ele possa rever as doses dos analgésicos, ou mesmo examiná-la para verificar se houve algum problema com a cirurgia.

      É muito importante que você consiga manipulá-la, especialmente neste período pós-cirúrgico, para garantir uma boa recuperação. Se ela está muito agressiva, você pode tentar contê-la usando o próprio colar elisabetano (caso ela esteja usando… e é bem recomendável que esteja), ou então coloque uma focinheira. Se necessário, peça ajuda a outra pessoa. A ferida cirúrgica deve ser mantida limpa, já que pode se tornar foco de infecção.

      Melhoras para ela!

      1. Dra agradeço sua resposta.
        Ela ja esta bem melhor.
        Só nao deixou retirar os pontos, isso pode prejudicar ela?

        Em 4 de set de 2017 15:05, “Disqus” escreveu:

        1. Olá, Daniela! Que bom saber que ela está melhor!
          Em relação aos pontos, depende do tipo de fio que foi utilizado… alguns tipos de fio são absorvíveis, o que significa que o próprio corpo do animal se encarrega de destruí-los depois de algum tempo.
          Outros tipos de fio (“não absorvíveis”) precisam ser retirados. O mais comumente usado seria o de nylon… Normalmente ele não causa reações e não há problema deixar por um pouco mais de tempo do que o programado. Mas é importante tirar, já que há o risco, por exemplo, de ela acabar enroscando estes pontos em algum lugar e se machucar.
          O procedimento é rápido e indolor, mas, como ela é agressiva, é possível que vocês precisem usar uma focinheira para isso, ou até mesmo sedação (se for muito difícil contê-la fisicamente).

  30. Olá, tenho uma chorrinha de 12 anos e ela passou muito mal esses dias, corri pro veterinario com ela e ela está com suspeita de piometra fechada. Ela vai fazer uma exame amanhã pra confirmar se é, o tratamento tá muito caro e eu e a minha família até pensamos em sacrificar, pq não iríamos aguentar ver ela sofrer, mas também não conseguimos ( o que para mim é ótimo ) mas não sou eu que irei pagar o tratamento por isso que estou muito aflita. Estamos tentando nos apertar pra poder pagar, e mesmo se não for a piometra ela tem nódulos nas mamas e umas coisas nos dentes, e vai precisar ser castrada para evitar que ela tenha uma piometra. Na zonose eles não aceitam castrar ela pois ela já é velhinha. Crie essa vakinha para conseguir qualquer valor possível para ajudar no tratamento, peço uma pequena contribuição à todos ?? https://www.vakinha.com.br/vaquinha/salvem-minha-pequena . Que Deus abençoe a cada um de vocês e seus animais ❤ . Quem quiser saber se é verdade a história pra poder ajudar é só entrar em contato (31) 99613-0176

    1. Fiz ultrassom na minha cachorrinha e graças a Deus ela não está com a piometra !!! Estou muito feliz, o problema dela pelo visto é fezes, uma cólica renal pois tinha 5 dias que ela n defecava. Mas ela tem nódulos nas mamas e problemas nos dentes. Mas vai da tudo certo. Gostaria que falasse do assunto sobre acúmulo de fezes e tudo mais. Obrigada

  31. Bom dia !! Minha cachorrinha de 13 anos está com corrimento, levei ela hj ao veterinario e pediu o ultrassom dela, se for piometra vai ter que ser operada e estou com medo por ela ja está velhinha e por ter problema de coração. Estou bem triste , pq sou muito ligada nela e ela em mim. ;(

    1. A minha também está com suspeita de piometrea, mas pelo jeito é fechada. Ela já é bem velhinha e tenho medo dela não aguentar. Mas o veterinário passou alguns medicamentos e tá dando uma segurada até os exames e se for preciso a cirurgia. Vai da tudo certo para nos ?

    2. Olá, aumiga! Como você deve ter visto no artigo, não se trata piometra apenas com medicamentos.

      O risco de não operar é bem maior do que o de operar, ainda que seja um animal idoso e com problemas de saúde. Infelizmente, caso se confirme a piometra, é importante que seja feita a cirurgia sim.

      Melhoras para ela! <3 Um grande abraço no coração!

  32. Olá há mais ou menos 5 meses atrás estava sofrendo com minha gatinha em fevereiro ele apresentou. Todos os sintomas da piometra até. A barriguinha inchada depois lá. Pra março sumiu a barriga voltou ao normal ela tava brincando e tudo daí. Ela entrou no cio assim que saiu voltou denovo acho que ela já estava sofrendo a muito tempo corremos para levar ela a cirurgia. Urgente mais infelizmente ? ela não. Resistiu com 12 anos era a coisa mais linda uma filha pra mim tá sendo muito difícil. Superar ?

  33. Olá, minha cachorra fez a cirurgia da piometra tem 3 meses, porém o cheiro forte de peixe, vai e volta. Isso é normal? Por que isso ocorre? O que eu devo fazer?

    1. Olá, Bruna!
      Vale a pena levá-la para ser examinada pelo seu médico veterinário, talvez até mesmo fazer um ultrassom para se certificar de que está tudo ok.
      Em alguns casos, podem ficar vestígios de ovários após a cirurgia, o que pode levar a fêmea a ter sinais de cio e outros problemas. Neste tipo de situação, é recomendável operar novamente para remover estes vestígios. Ela pode também estar com piometra de coto uterino, que é algo mais raro, mais pode acontecer.
      A piometra de coto nada mais é do que a infecção do restinho do útero (o “coto”) que permanece após a cirurgia. É normal ficar o coto uterino, porém, caso ocorra a infecção, é preciso tratar.
      Pode ser também uma simples vaginite. Seja como for, é importante que o seu médico veterinário a examine.
      Um abraço!

  34. Olá, boa tarde. Minha cachorra tem mais de 10 anos e fez cirurgia de piometra terça e quinta ela voltou pra casa, quase não se levanta, não quer comer e bebe muita água, é normal?

    1. Olá, Andreza!
      Como ela está agora?
      A sua cadela pode estar sentindo dor, ou talvez até mesmo esteja sofrendo alguma complicação por conta da piometra. Caso já não tenha feito isso, recomendo que retorne ao veterinário para que ela possa ser reavaliada.
      Melhoras!

      1. Olá, boa noite. Ela já está se alimentando, mas só se levanta pra fazer as necessidades, mas hoje percebi que ela está sangrando, somo se estivesse no cio, isso é normal?

          1. Falei com a veterinária e ela pediu que observasse se está sangrando muito, pois se for pouco ela disse que pode ser resto da cirurgia ainda, é isso mesmo? O que você diz sobre isso?

  35. Ola Dra! Minha cadelinha foi adotada com seis meses . Teve o primeiro cio e teve vaginite uma secreção amarelo esbranquiçada com aparência de pus . No segundo cio teve de novo e fiz um ultrasson onde não teve qualquer alteração .Ontem novamente apareceu com a secreção usei o antisséptico indicado pela veterinária mas fico mto preocupada porque já decidi que não vou castrar pois perdi uma cachorrinha há menos de um ano na castração

    . Ela está bem come , brinca e corre o dia todo tem feito xixi normal , essa vaginite dela dura de dez a 12 dias sempre ; Como ela foi adotada não sei se teve a doença antes ou se na residencia anterior ela teve higiene adequada só sei que ela tinha hábito de lamber a própria urina , estou sem saber o que fazer pois fui em 4 veterinárias e nenhuma aconselhou tratamento. Ela tem 1 ano e 9 meses. Essa doença tem haver com piometra?

    1. Olá, Carine!
      Se ela foi adotada aos 6 meses de idade, muito provavelmente o primeiro cio foi na sua casa mesmo.
      Quanto à vaginite, vale a pena colher a secreção para saber se tem alguma bactéria ali que precise de um tratamento mais específico, já que não é comum este problema se repetir em todos os cios.
      A única forma de realmente evitar a piometra é a castração. Compreendo que tenha ficado receosa diante do que aconteceu com a sua outra cachorrinha, mas, a princípio, esta cirurgia é bem segura – basta que seja feita uma boa avaliação pré-operatória, e que os profissionais responsáveis tenham alguma prática com este tipo de procedimento (mas, por ser bem comum, a maioria tem). E, claro, que a clínica tenha a higiene e a estrutura adequadas.
      É claro que não existe cirurgia sem risco. Não sei o que aconteceu com a sua cachorrinha que faleceu, mas há casos em que o animal pode ter reações alérgicas ao anestésico ou outras complicações, por exemplo. Mas isso é muito raro – a princípio, se os exames pré-operatórios estiverem OK, ela pode ser operada com bastante segurança (diferente da cirurgia da piometra, que é sempre um procedimento de alto risco, mas que precisa ser feito independente de qualquer coisa se for constatada a doença).

      1. a minha cadlinha que morreu foi parada cardiaca mesmo com exames e não vou mesmo castrar a que tenho agora e quanto a vaginite ela vivia em um ambiente com nenhum tipo de higiene e bebia a propria urina esses dias ela teve a quarta vaginite e durou poucos dias e ela não estava no cio.

  36. Olá Dra !! Minha cachorra tem 15 anos; tem um tumor mamário e está com insuficiência renal crônica toma soro 2 vezes por semana.
    Mas ele piorou muito essa semana, a mama estourou com muito pus e também pus pela vagina; ela está com muita dor ??

    1. Olá, Jacquelime!
      Sinto muito, que situação difícil… Não deixe de levá-la ao veterinário, pois, mesmo com a insuficiência renal, a piometra requer intervenção cirúrgica. O pus na mama também é algo que requer atenção, pois é uma infecção que causa dor e que pode se espalhar.
      Melhoras para ela! <3

  37. Olá dra boa noite minha labrodora foi diagnosticada segunda feira e hoje de manhã fez a cirurgia ela tá aqui em casa agora aparentemente está bem bebeu água só não comeu ração coloquei e ela rejeitou tirei uma foto do útero dela retirado queria que a dra barbara avalia-se se ela estava mesmo com infecção. A veterinária que fez a cirurgia falou que saiu tudo certo graças a Deus, agora estou com medo da recuperação do pós operatório mais vou cuida dela direito não vejo a hora de vê-lá bem correndo e bricando comigo !

  38. Olá minha York tem 1kg e tem sete anos.. teve piometra aberta com medo adiamos um pouco a cirurgia. Ela está bem mas nos exames ainda tem infecção, mas aparentemente ela está tão bem que morro de medo da cirurgia! Mas ela vai fazer amanhã, tomara que dê tudo certo pq se não me sentirei culpada?

    1. Olá, Dalila!
      Como coloquei no artigo, a cirurgia é a única forma que temos de realmente curar a piometra – e, se ela não for devidamente tratada, os riscos de complicações (e mesmo de morte) são muito grandes. Apesar de ser uma cirurgia mais complexa do que uma simples castração, não operá-la é muito mais arriscado.
      Desejo a ela melhoras e sucesso na cirurgia!
      Um abraço!

  39. Olá Dra minha cadelinha tem 12 anos fez a piometra e após 10 dias ela começou a perder os movimentos das pernas agora ela não se levanta mais só dorme não tem reação mas está respirando será que ela está sofrendo?não come nem bebe água não sei mais oque fazer

    1. Olá, Raquel! Como ela está agora?
      Não entendi se a sua cadela chegou a ser operada. Se ela não foi operada, deve passar pela cirurgia imediatamente, pois a piometra causa muita dor, e representa um grande risco à vida da cadela.
      Se ela foi operada, é importante que vocês a levem de volta ao veterinário para fazer exames e saber o que está acontecendo. Pode ser que ela tenha sofrido danos renais ou algum outro tipo de problema.
      Melhoras!

      1. Dra. Minha cachorra ta velha já é teve piometra operou quarta hoje já é sexta ela não come nada desde terça qndo foi levada ao hospital veterinário e lhe foi administrado soro com antibióticos desde então ela toma uma bolsa por dia porém ontem quinta feira tentamos dar papinha a/d pra ela porém ela vomitou 3 vezes … Será que ela vai resistir ao pós operatório? A veterinária do hospital público que a operou é sempre muito grossa com a gente e não passa muitas informações não tira dúvidas vamos sempre atrás mas ela é sempre ignorante e diz que está trabalhando dobrado na clínica etc… Estou muito aflita minha cachorra ta pele e osso só….

        1. Olá, Pamela!
          A piometra pode causar danos renais, e talvez seja esta a causa dos vômitos. Pode ser interessante fazer um exame de sangue para saber como está a função renal, e, se for o caso, tentar corrigi-la e dar medicamentos para os vômitos, caso já não estejam fazendo isso. A nutrição parenteral (alimentar pela veia) pode ser também uma opção, mas o ideal, sempre que possível, é alimentar por via oral (ou sonda) mesmo.

          A cirurgia da piometra é sempre um procedimento de alto risco, porém não há muitas alternativas. Simplesmente medicar o animal não funciona, portanto, as melhores chances são sempre com a cirurgia.
          Melhoras para ela!

  40. Ola minha cachorra de 10 anos fez a cirurgia de piometra, após a cirurgia ela teve pancreatite. Mas graças a Deus venceu, esta saudável. Ja faz 1 ano.
    Porem percebi que ela continuou com sinais de cio, fiz ultrassom e tem 0,7×1,00 cm de ovário esquerdo.
    Quais riscos ela corre?? N quero fazer outra cirurgia,pois alem da idade tem aumento no coraçao e insuficiencia mitral. Ela sentiu muito a reação da anestesia inalatoria no pós operatório com muitaaa falta de ar por dias.

    1. Olá, Nubia! O problema de ela permanecer com este vestígio de ovário é que, além de apresentar sinais de cio, ela também fica com uma tendência maior a tumores de mama, e pode até mesmo ter uma piometra de coto uterino (o pedacinho que sobra do útero após a cirurgia pode infeccionar). Então, a recomendação costuma ser a remoção deste ovário que restou.
      Sobre o risco da cirurgia, é importante que você faça uma boa avaliação pré-operatória junto ao seu médico veterinário ou o veterinário que será o anestesista dela. Somente com esta avaliação em mãos será possível saber se ela está apta a ser operada ou não. E não deixe de mencionar este problema que ela teve no último pós-operatório, especialmente se o procedimento agora for ser realizado por outro profissional. Seria interessante você saber exatamente qual foi o anestésico utilizado para ela dessa vez que teve problema, e se ela ficou assim realmente por conta da anestesia ou se ela, por exemplo, sofreu uma broncoaspiração (aspirou líquido para os pulmões – algo que pode acontecer com qualquer pessoa ou animal anestesiado, independentemente do princípio ativo).

  41. Oi Paula! Graças a Deus!!!! Ela está bem! O pós operatório ainda é delicado né?Ela ainda está quietinha e se recuperando. Estamos cuidando dela com muito carinho, se Deus quiser ela estará bem boazinha em breve! obrigada pelo carinho!

  42. Vera Lúcia , minha maltês tem 9 anos não é castrada deu infecciao no útero a dr passou antibiótico está tomando a 3 dias não vejo melhora o fígado está alterado pode fazer operação nesse estado

    1. Olá, Vera Lucia!
      A cirurgia da piometra é considerada um procedimento de emergência, e deve ser feita imediatamente assim que for feito o diagnóstico. É mais arriscado esperar melhorar o fígado do que operar logo.
      Melhoras para ela!

  43. Eu fiz a piometra na minha york, 13 anos, peso 1kg e 100. Infelizmente ela não resistiu ao pós operatório. Deu pancreatite e problemas nos rins. Tive que sacrifica-la. Penso… teria sido a melhor coisa essa cirurgia, já que no caso dela estava bem no começo???

    1. Acredito que sim, Paula! Vc fez o que era correto e o melhor pra ela! A minha cadelinha tem 12 anos e opera amanhã com um veterinário em quem confio muito. Torça por nós:)

    2. Olá, Paula!
      A recomendação para a piometra é SEMPRE a cirurgia, e, quanto antes, melhor. Possivelmente a pancreatite e os problemas renais foram causados pela própria piometra, ou por algum outro problema não relacionado.
      Você com certeza fez o melhor para ela, mas, infelizmente, não temos como vencer todas as batalhas… =(
      Sinto muito pela sua perda..
      Um grande abraço no coração!

  44. Tenho uma cadela de 15 anos, hoje fiz a ultra e deu que ela está com principio de piometra, a veterinaria dela disse que para operar ela tem que Tomar anestesia inalatòria, por isso ela não pode operá_la, estou tentando achar outro lugar para fazer a cirurgia. Posso esperar 1 mês, sem ela correr riscos, ela está normal, comendo direito, mas eu também tenho que fazer exame de sangue, por favor me responda.

    1. Não, não pode esperar. A recomendação é a cirurgia imediata de emergência a partir do diagnóstico da piometra. Procure um hospital veterinário para fazer a cirurgia o quanto antes.

    2. Boa tarde, em qual cidade vc está? estou em S.P Zona Oeste, e aqui tem um veterinário ótimo que faz este procedimento, inclusive a minha poodle de 14 anos vai operar com ele nesta quinta-feira, também de piometria.

  45. Boa noite, tenho uma cadela da raça labrador e ela foi diagnosticado com piometra. Segui as orientações da veterinária e levei-a para operar dia 23/02. Três dias após a cirurgia notei que a roupinha cirúrgica dela estava molhada na região dos pontos com um leve sangramento bem fraquinho. Estou usando a pomada urguento para ajudar na cicatrizacão mais estou um pouco preocupado. Está secreção é comum após a cirurgia de piometra? Ela tem se alimentado, rejeita a ração, come arroz e frango desfiado, bebe água com menos frequência do que antes da operação. Desde já agradeço sua atenção com todos nós e aguardo resposta!
    Att: Walter Richate

  46. Ola! Minha poodle de 8 anos teve piometra e operou ha 15 dias. Se recuperou bem, pontos sem infeccao, esta feliz, brincando, comendo e bebendo agua normalmente. Porem esta semana apresentou pequena secrecao de agua sanguinolenta pela vagina e hj pequena secrecao “gosmenta” amarelo quase transparente. Isso eh normal no pos cirurgico? Obrigada

  47. Minha cadela tem uns 11 anos e foi diagnosticada com piometria e vai fazer a cirurgia ela corre risco de vir a óbito? Estou muito preocupada com a minha bichinha não resistir

    1. Olá, Thays!
      Infelizmente, esta é uma cirurgia de risco… porém muito mais arriscado é não operá-la. Façam o procedimento o quanto antes, para que a recuperação dela seja a melhor possível.
      Melhoras para ela!
      Um grande abraço! <3

  48. Minha cadela tem uns 11 anos e foi hospital veterinario gratuito osasco diagnosticada com piometria e vai fazer a cirurgia ela corre risco de vir a óbito? Estou muito preocupada com a minha bebe e com medo dela não resistir ..

  49. Olá, minha cadela foi diagnosticada com piometra no cio passado… deram medicamentos, ela ficou internada e depois melhorou. Agora, uns 3 meses após o último cio ela está tristinha, com diarreia e vomito. Porém diferente da outra vez não há pus. Será piometra de novo? Temos muito medo de opera-la pois ela só tem 2 kg! 🙁

    1. Olá, Lara! A única solução definitiva para a piometra é a cirurgia. Leve-a ao veterinário para ser examinada imediatamente, e, se for confirmada a piometra, precisará operar sim. Não se preocupe com tamanho dela, ser pequena não torna a sua saúde mais frágil do que a dos outros cães.

  50. Olá! Minha cachorrinha tbm foi diagnosticada com piometra e foi submetida a uma cirurgia emergêncial. Tudo ocorreu bem, porém, após a cirurgia, ela continua vomitando, triste, sem comer e com a mesma expressão de dor. É normal o pós operatório ser assim?

  51. Boa noite minha cachorrinha fez a castração, porém na cirurgia foi detectada piometra, tendo uma complicação.
    Agora estou sentindo um odor forte da parte genital, ela bebe bastante água e grande xixi, vejo no lençol dela marcas como se fosse o cio , só que mais claro, não parece sangue.
    Aguardo resposta , obrigada

    1. Olá, Mag! Boa tarde!
      A piometra foi identificada durante a cirurgia de castração, foi isso? a cirurgia foi recente? e ela está tomando algum antibiótico agora, no pós-operatório?

      Sugiro que converse com o seu médico veterinário, pois estas alterações não são normais no pós-operatório de uma castração. Pode ser ainda por conta desta piometra, e ela precisa ser tratada com antibióticos.

      Melhoras para ela!

  52. Minha cadela de quatorze anos desde sexta está passando mal. Levei ao veterinário e pelo que a vet disse é piometra. Lendo alguns artigo a respeito sobre sintomas e tratamento. Não sei ela deve operar por ter uma certa idade. O que a sra acha??

  53. obrigada. seu texto é muito claro, entendi facilmente. E me emocionei com seu relato. Obrigada pela ajuda. Parabens pelo seu trabalho!

    att Mariza Santana

      1. Boa noite Dra Barbara minha cachorrinha de 7 meses fez castração no sábado e desde ontem (domingo) não consegui urinar. Hoje fui até a veterinária que disse que está com infecção na vulva, cobseguiu apertar e fazer com que ela fizesse xixi de manhã no consultório porém não urinou mais o dia inteiro. O que devo fazer? Ela está tomando o antibiótico e o anti-inflamatório indicado pos cirurgico.

        1. a minha tbm teve infecção na vulva em todos os cios dela eu só não castrei pois perdi uma recentemente na castração, Lave o local com clorexedina em uma semana ela fica melhor se for vaginite que é o que a minha tinha. O cheiro é um cheiro se metal, parece cheiro de sangue , piometra o cheiro é mto mais forte parece podre e por ela ter sido castrada não tem chance de ser piometra a não ser que o ficou um pedaço do útero ou parte de ovário não tirada na castração. Faça ultrasson se não der nada é a infecção que a minha teve e sempre tem no pós cio.

          1. Obrigada Carine pela dica vou comprar esse medicamento para lavar a vulva dela. Ela está muito apática, come mas não levanta da cama.

          2. Olá, Dani!
            Não recomendo que faça qualquer tipo de tratamento sem o conhecimento da sua médica veterinária, até porque o problema que a cadela da nossa aumiga teve, pode não ser o mesmo que a sua tem.
            Um cão pode parar de urinar, por exemplo, por conta de uma insuficiência renal aguda – um problema grave e que requer internamento e intervenção médica imediata. Ele também pode parar de urinar porque tem urólitos (“pedras”) bloqueando a passagem da urina. Pode ser um problema neurológico, e pode até mesmo ser só porque ela está sentindo dor e não quer se levantar.
            Seja como for, sugiro que você fale com a sua veterinária novamente para que a sua cadela seja examinada, e, se for o caso, tratada.
            Melhoras para ela!

          3. Muito obrigada Doutora pelo retorno. Estou muito preocupada mesmo e a veterinária afirma que é por conta da dor que ela não urina e não se levanta.
            Vou retornar com ela.
            Obrigada novamente.
            Abraços

          4. Se ela está com tanta dor, pode ser o caso de ajustar os analgésicos dela. O pós-operatório da castração costuma ser tranquilo e indolor se o cão estiver devidamente medicado. Não deixe de falar com ela mesmo 😉

Comments are closed.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}