Meu Cão Velhinho

O apetite do seu cão velhinho diminuiu?

Muitos cachorros, quando ficam velhinhos, ficam com o apetite diminuído. Aquela vontaade de comer, tão comum em cães jovens, parece ter simplesmente ter ido embora. O cão parece não estar mais muito interessado na sua comida. Será que isso é normal?

Apetite diminuído x anorexia

Primeiramente, vamos deixar bem clara a diferença entre um cão com apetite diminuído de um cão com anorexia.

Um cachorro que tenha pouco apetite se alimenta, porém menos do que costumava. Ele pode esporadicamente pular refeições, ou, ainda, passar a comer uma quantidade menor do que antes. A voracidade na hora de se alimentar parece ter sumido: o cão não mais corre para devorar o que tem no seu pratinho – as vezes, dá até uma preguicinha de ir até lá…

A anorexia é diferente. Um cão com anorexia não come. Isso é um sinal claro de doença, e que precisa ser investigado. Se o seu cão parou de se alimentar, entenda melhor este problema neste artigo: Nutrição e Anorexia.

Imagem: The Spruce

O que é normal e o que não é

É normal um cão idoso comer menos do que um cão adulto ou jovem. Isso acontece porquê:

Quando um cão se torna idoso e continua consumindo a mesma quantidade de alimento que comia quando era jovem, há uma grande chance de que ele se torne obeso.

Isso tudo, considerando que estejamos falando de um cão idoso saudável.

Um cão idoso que esteja doente é uma situação diferente, e isso pode afetar o apetite dele de várias maneiras.

Não é normal o cão:

Um cão magro com barriga grande pode ter problemas hormonais, hepáticos, cardíacos, nutricionais. ou anemia e precisa ser levado ao veterinário.
Imagem: Dogs, Cats, Pets

O apetite pode ficar aumentado:

Algumas doenças hormonais deixam o cão mais faminto, como é o caso da Síndrome de Cushing e da Diabete. Enquanto a Síndrome de Cushing pode fazer com que o cão fique mais gordinho e com o abdome bem proeminente, a Diabete não tratada faz com que ele emagreça rapidamente.

O apetite pode ficar diminuído:

Algumas doenças deixam o cão com um apetite diminuído ou caprichoso. A insuficiência renal e a insuficiência hepática, por exemplo, se instalam de forma sutil. Elas podem fazer com que o cão pule refeições com frequência, vomite ocasionalmente, e se torne “exigente” com a comida – ou seja, só come o que quer, quando quer. É comum que esses sinais sejam ignorados, e que o diagnóstico acabe sendo feito somente quando essas doenças já estejam bem avançadas.

Outras causas possíveis para que o cão passe a comer muito pouco incluem:

O apetite pode continuar igual, mas o cão para de comer…

É possível que o cão sinta fome, mas não consiga comer. Um exemplo bem comum são os cachorros que têm problemas dentários, como doença periodontal. Nesse caso, o cão até tem vontade de comer, mas ele sente tanta dor ao tentar mastigar que acaba largando o alimento e desistindo de se alimentar. Ele também pode ter um bloqueio físico ao alimento, se tiver tumores na boca ou na garganta.

Não tenho certeza se o meu cachorro está comendo menos só porque está velhinho ou se está doente

Na dúvida, leve ao veterinário. Um exame de rotina poderá te ajudar a esclarecer se o apetite dele está diferente só por conta da idade ou se ele tem algum problema que precise ser tratado.

Se o cão estiver com problemas de ganho ou perda de peso excessivo, uma consultoria nutricional pode ser bem-vinda.

Sair da versão mobile